​“A investigação destaca-se especialmente também pela pluralidade em sua abordagem teórico-metodológica: o tema é desenvolvido com muita competência, mediante uma ampla revisão teórica da economia, da ciência política, da sociologia e da filosofia, tendo sido privilegiada a abordagem plural.



José Luiz Pagnussat

Professor da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Foto: COFECOM

​“Recebi o seu texto sobre COMÉRCIO JUSTO E MERCADOS IMPERFEITOS. Li-o de uma assentada e acho que é primoroso como estudo teórico e aplicação prática de seus ensinamentos.

Quero te dar meus parabéns.



Paul Singer

Secretário Nacional de Economia Solidária (SENAES)

Professor Emérito de Economia da Universidade de São Paulo (USP)

Presidente de Honra da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP) Foto: USP

 

​“Viemos cumprimentá-lo pelo êxito obtido. A promoção do concurso teve por objetivo estimular a pesquisa e divulgar trabalhos de reconhecida qualidade relacionados com o desenvolvimento no Brasil. Na oportunidade, registramos os votos de que Vossa Senhoria dê continuidade à prática da pesquisa socioeconômica de excelência, a fim de contribuir ainda mais para a reflexão e o debate em torno das políticas públicas do país. "

Maria Fernanda Ramos Coelho

Presidenta da Caixa

 

Luis Henrique Proença Soares

Presidente do Ipea Foto: IPEA

 

"Este olhar, mesmo quando voltado ao instante, recusa a ideia funcionalista de mera interseção, pois considera que há uma unidade de contrários na complexidade do real, quando o gênero patriarcal, a raça e as codificações da sexualidade, por heteronormatividade, se realizam por indicadores singulares, remodelando o sistema de classe, dando-lhe corpo geográfico e social por antagonismos imbricados que, vezes esquecidos, pedem reescavações."

 

Mary Garcia Castro
Doutora em Sociologia pela University of Florida.
Pós-Doutora pela City University of New York e pela Universidade Estadual de Campinas.
Prêmio Bertha Lutz
Foto: Wiki

"Em 'Política transversal de regulação do mercado oligopsônico de resíduos sólidos nos carnavais de Salvador de 2007 a 2012 por meio de um complexo de Economia Solidária', Rilton Gonçalo Bonfim Primo discute com profundidade a consistência da política pública de apoio às ações de reciclagem durante os carnavais de Salvador (2007 a 2012), enquanto estratégia de regulação do mercado oligopsônico dos resíduos sólidos, através do Complexo Cooperativo de Reciclagem da Bahia em face do caráter 'glocal' das transformações do mundo do trabalho. A partir de uma abordagem sistêmica, recuperando o conceito de glocalização, o trabalho revela a capacidade de acuidade quanto às inter-relações de tendências exógenas e endógenas das dinâmicas locais, especialmente no ambiente cultural em que a reciclagem de resíduos sólidos toma lugar e ainda situa o debate sobre a economia solidária e cooperativismo neste contexto, revelando limitações e potencialidades futuras."

 

Fernanda Nagem

Revista ISEGORIA - Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa - UFV. Foto: Isegoria

Centro Tecnológico e Social do Pelourinho - (CTSP). 

Rua Inácio Acioly (Ordem Terceira), nº 7, Centro Histórico (Pelourinho). 

Salvador-Ba. Brasil. CEP 40.020-036

Contato: (+55) (71) 99705-0564 (Vivo | Whats App)

                 (+55) (71) 3043-2707