Cozinha Comunitária beneficia moradores do Pelourinho e região

Com portas abertas e clima festivo, foi inaugurada nesta quinta-feira (2), em pleno coração do Centro Histórico de Salvador e ao ritmo dos tambores da Banda Didá, a Cozinha Comunitária do Pelourinho. O projeto, resultado de uma parceria entre o Governo estadual, a Associação dos Moradores e Amigos do Centro Histórico de Salvador (Amac) e centros de capacitação profissional, como os serviços de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), é uma experiência inovadora em organização comunitária e economia solidária.

Orçado em R$ 925 mil, o empreendimento vai beneficiar, inicialmente, cerca de 358 famílias, moradoras do Pelourinho e adjacências, oferecendo variedade e qualidade, com refeições típicas da culinária baiana contemporânea, a exemplo de alimentos orgânicos, dietas balanceadas e pratos nutritivos servidos a baixo custo.

Após visitar as áreas de produção, o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, parabenizou a apresentação da Banda Didá, formada por moradoras do Pelourinho, e ressaltou que o desafio dos associados vai além da obra física, sendo imprescindível estabelecer uma rede de parceria com o Estado, buscando, cada vez mais, emendas parlamentares e capacitação com o Sebrae e Senac. "A entrega desta Cozinha Comunitária é fundamental para o Governo, porque representa, sobretudo, a inclusão dos moradores do Pelourinho. Queremos que vocês, aqui, cozinhem oferecendo um preço melhor, com alimentos de qualidade, orgânicos e vindos da agricultura familiar".

Funcionado em um imóvel, localizado à Rua da Oração, 24, no Pelourinho, a Cozinha Comunitária vai operar com equipamentos modernos e equipe capacitada em gastronomia, movimentando o espaço de um antigo casarão, que foi totalmente reestruturado e, agora, apresenta instalações modernas e prontas para atender baianos e turistas.

O titular da SDR enfatizou que o projeto, executado por instituições, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à secretaria, está entre o conjunto de projetos desenvolvidos em áreas prioritárias, a serem entregues pelo Governo à população. "Estamos felizes em fazer esta entrega nesta data, 2 de julho, que representa a liberdade e democracia no país, porque sabemos que não há democracia com bolso vazio e sem emprego, trabalho e escola".

Inclusão social

Para o secretário de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Álvaro Gomes, o empreendimento é um exemplo concreto de que a economia solidária pode ser um fator de inclusão social e redução das desigualdades sociais. "Temos essa parceria com a SDR e com a SPM [Secretaria de Política para as Mulheres], para fortalecimento da luta em defesa destas trabalhadoras", disse.

A secretária de Políticas para as Mulheres, Olívia Santana, destacou que a Cozinha do Pelourinho é uma conquista da comunidade local que, ao invés de sair do local, venceu a luta e garantiu seu espaço. "Estamos celebrando a parceria com o secretário Jerônimo, através da SDR, e lembramos que ele teve papel destacado na participação do PPA [Plano Plurianual]. Sabemos que, a partir desta parceria, poderemos fazer mais pela inclusão social".

A presidente da Amac, Jecilda Melo, moradora há mais de 40 anos do Pelourinho, não tem dúvidas de que os equipamentos da nova cozinha comunitária vão transformar a vida da comunidade local. "Com essa cozinha, haverá mais emprego, renda, autoestima e inclusão social para todos nós. A Superintendência de Economia Solidária e o Governo acreditaram em nossa capacidade. Estamos satisfeitos em poder contribuir para melhorar a qualidade de vida dos moradores".

Qualificação profissional

O coordenador técnico do projeto da Cozinha Comunitária, Rilton Primo, informou que a cozinha nasceu com as funções de fornecer alimentação a preço popular para pessoas do Centro Histórico, do Pelourinho até o Campo Grande, capacitar jovens nas áreas de Gastronomia e Panificação, e fornecer alimentação para entidades beneficentes, como creches, através da associação.

"Temos, aqui, 108 famílias beneficiadas diretamente e 250 indiretamente. Essa cozinha representa a possibilidade de qualificação profissional para jovens e adolescentes, principalmente, mulheres e afrodescendentes. Vai dar também segurança alimentar e nutricional, porque garantimos a qualidade através de nutricionistas". Ele também ressaltou que o projeto, além de gerar emprego e renda, confere autonomia aos trabalhadores e trabalhadoras, não existindo patrão nem empregado, permitindo a participação de todos.

Ainda segundo o coordenador, o Governo foi fundamental, sendo responsável pela Cozinha Comunitária e outras iniciativas de economia solidária, como os Centros Públicos de Economia Solidária da cidade, que têm dado suporte técnico e consultoria. "Sem esse apoio, seria impossível realizar projetos como esse. Em nossa gestão, temos plano para trabalhar com uma cooperativa, que será criada para gerenciar a unidade diariamente. Vamos trabalhar com parceiros importantes, como o Senac, para a qualificação das pessoas que estão fazendo o treinamento, a panificação e a alimentação orgânica. Esses cursos vão continuar, porque aqui é também um centro de formação em gastronomia", informou Rilton.

Instalações

O imóvel foi disponibilizado pela Diretoria do Centro Antigo de Salvador (DIRCAS), da Conder. A reforma incluiu reparos das instalações elétricas, hidráulicas, instalação de exaustor industrial e tanques de água com adição de mais de três mil litros de água, conforme recomendação e aprovação da vigilância sanitária e os pisos, cumpriram exigências legais com instalação de dutos de gás e câmara frigorífica. A Cozinha Comunitária do Pelourinho é resultado de ações coordenadas da Amac, SDR/CAR, Senac, Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), Casa Civil e Setre/Sesol.

 

Texto: Governo da Bahia. Disponível em: http://www.ba.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=575&tit=Cozinha-Comunitaria-beneficia-moradores-do-Pelourinho-e-regiao&ordem=